Esportes

UFC 205: McGregor arrasa Alvarez e leva os 2 cinturões

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Conor McGregor é mesmo rei do UFC na atualidade. Inspirado, o lutador irlandês fechou de maneira perfeira o  histórico UFC 205, que marcou a volta da franquia a Nova York, nos Estados Unidos, com um nocaute arrasador sobre o americano Eddie Alvarez na madrugada deste domingo. Com isso, McGregor, que já era o campeão peso-pena, conquistou também o título dos leves e se tornou o único lutador do UFC a possuir dois cinturões simultaneamente. Mais falastrão do que nunca, o irlandês tripudiou ao final da luta, que bateu recordes de bilheteria no Madison Square Garden.

McGregor não teve qualquer dificuldade diante do ex-campeão Alvarez. No primeiro round, castigou o americano, que foi duas vezes ao chão. No segundo, acertou mais uma sequência de golpes até que o árbitro interrompesse a luta e decretasse o nocaute técnico. Ao fim da luta, McGregor assumiu o papel de dono da festa. “Eu quero meus dois cinturões aqui. Dei 4,2 bilhões de dólares para vocês do UFC e não me entregam os dois cinturões aqui? Quero agora.”

Já com os dois cinturões nos ombros, manteve a marra. “Olha, eu ridicularizei muita gente desde que cheguei aqui. E gostaria de pedir perdão para… absolutamente ninguém.” O presidente Dana White saiu mais do que satisfeito com o evento. O Madison Square Garden recebeu 20.247 pessoas e gerou 17,7 milhões de dólares (cerca de 60 milhões de reais) em bilheteria – superando em mais de 5 milhões de dólares o recorde antigo, batido no UFC 209.

“Agora Deus terá de lutar contra o diabo para superar essa arrecadação”, disse, eufórico, Dana. De tão feliz, ele decidiu dar mais tempo a Conor McGregor até que o irlandês decida com qual cinturão deverá permanecer. “Deixe ele curtir o momento”. Se abrir mão do título dos penas, o campeão linear voltará a ser o brasileiro José Aldo, atual campeão interino – que, revoltado por não ter tido sua revanche contra McGregor, vem ameaçando se aposentar.

Todos os resultados do UFC 205:

Conor MCGregor nocauteou Eddie Alvarez e conquistou o cinturão dos leves

Tyron Woodley e Stephen Thompson empataram por decisão da arbitragem. Woodley manteve o título meio-médio

Joanna Jedrzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime e manteve o cinturão peso-palha feminino

Yoel Romero nocauteou Chris Weidman

Raquel Pennington venceu Miesha Tate por decisão unânime;

Frankie Edgar venceu Jeremy Stephens por decisão unânime;

Khabib Nurmagomedov finalizou Michael Johnson

Tim Boetsch nocauteou Rafael ‘Sapo’ Natal

Vicente Luque nocauteou Belal Muhammad

Jim Miller venceu Thiago ‘Pitbull’ Alves por decisão unânime;

Liz Carmouche venceu Katlyn Chookagian por decisão dividida