Bahia

Trecho da BR-324 em Salvador está entre os 5 mais letais no país

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Um trecho da BR-324, dentro de Salvador, está entre os cinco mais letais do Brasil, de acordo com uma pesquisa nacional sobre os intervalos de 10 km onde ocorreram mais mortes no trânsito. As informações são do Atlas da Acidentalidade no Transporte, organizado pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito, da fabricante de caminhões Volvo, e concluído no último dia 28.

No período pesquisado, de 2007 a 2016, ocorreram 1.428 acidentes, com 167 mortes entre os Km 614 e 624 da BR-324, localizado entre as imediações dos bairros São Gonçalo do Retiro e Águas Claras, passando pela Brasilgás.

Em primeiro lugar no estudo vem a BR-316 (Km 0 a 10), na região metropolitana de Belém (PA), com 3.370 acidentes e 188 mortes, e a BR-116 (Km 219 a 229), na área metropolitana de Guarulhos (SP).

“As caraterísticas em comum desses trechos são a proximidade a grandes cidades e o elevado número de mortes causadas por atropelamentos”, afirma o estudo, que não possui dados sobre quantas pessoas morreram atropeladas nesses trechos.