Notícias

Testemunhas dão novas versões sobre o assassinato de Marielle Franco

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Duas testemunhas do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes ouvidas pelo jornal O Globo disseram ter visto apenas um carro no momento em que foram feitos os disparos. Imagens de câmeras de vigilância sugeriam que dois veículos haviam perseguido o veículo onde estava a vereadora. As testemunhas, ouvidas separadamente, afirmaram ainda que na noite do crime foram orientadas por policiais militares a irem para casa.

Segundo o jornal carioca, as duas testemunhas não foram ouvidas pela Polícia Civil. Elas narraram que o carro em que os assassinos estavam fechou o veículo conduzido por Anderson e que quase subiu na calçada. Ainda de acordo com as testemunhas, um homem negro, que estava sentado no banco de trás do carro dos criminosos, teria colocado o braço para fora com uma arma de cano longo, que poderia ser um silenciador.

Outro fato narrado ao jornal é que o carro usado pelos criminosos teria dado uma guinada e fugido pela própria Rua Joaquim Palhares, onde ocorreu o crime. A suspeita da polícia era de que a fuga teria ocorrido pela Rua João Paulo Primeiro, perpendicular à Joaquim Palhares. Nesta segunda-feira, atos pedindo solução para o caso e em homenagem a Marielle e ao motorista Anderson Gomes estão sendo convocados para todo o País.