Ocorrências Policiais

Suspeito de pichar viatura da PM em Valéria morre em confronto com a polícia

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Apontado pela polícia como mandante da pichação de uma viatura no bairro da Valéria, Mario Antônio Rocha Araújo, 25 anos, também conhecido como ‘Biscoito’, foi morto na noite desta quinta-feira, 16, durante confronto com policiais militares.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), uma denúncia anônima indicou a localização do esconderijo de Mario. Com a chegada da polícia, ele correu para uma casa e começou a atirar na direção dos PMs. Na troca de tiros, ele foi baleado e socorrido para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu aos ferimentos.

Com o suspeito, que já tinha passagem pela polícia e respondia a um inquérito por roubo, foram encontrados um revólver calibre 38, com cinco munições deflagradas e uma intacta, 18 trouxas de maconha, 13 pinos de cocaína e 61 pedras de crack.

Materiais que foram localizados com Mario no momento da ação | (Foto:DiVulgação SSP)

Em nota, o comandante da 31ª Companhia Independente da Polícia Militar, major Elson Pereira, informou que Mario pertencia ao mesmo grupo de Anderson dos Santos, apelidado como ‘Bigo’, que participou do assassinato e ocultação de cadáver de um sargento da reserva da PM. O caso aconteceu em setembro do ano passado.