Ocorrências Policiais

Sequestrador que colecionava documento das vítimas é preso em Pirajá

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Ele guardava os documentos das vítimas em casa, o que levou a polícia a mensurar a quantidade de crimes.

Alexandre Soares Salvador, 28 anos, foi preso suspeito de participar de diversos sequestros relâmpagos em Salvador e na Região Metropolitana. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele tinha o hábito de colecionar os documentos das vítimas. A polícia não informou a quantidade, mas disse que vários documentos foram encontrados na casa do suspeito, em Pirajá. A prisão aconteceu na tarde desta sexta-feira (9).

A investigação que resultou na prisão de Alexandre começou no dia 2 de maio, quando a polícia encontrou, no bairro de Tancredo Neves, o carro de uma mulher que sofreu um sequestro relâmpago, na Estrada do Coco. Antes de abandonar o carro, o sequestrador usou o cartão de crédito da vítima.

Documentos das vítimas encontrados na casa de Alexandre, em Pirajá (Foto: divulgação/ SSP)

Os investigadores foram até os estabelecimentos onde as compras foram realizadas e identificara Alexandre. A polícia pediu à Justiça a autorização para prender o suspeito e fazer uma busca e apreensão na casa dele. Os mandados foram expedidos e a ação foi realizada nesta tarde.

Segundo a polícia, Alexandre tem duas passagens pela polícia: uma por associação criminosa e outra por receptação. Desta vez, ele será indiciado por extorsão mediante restrição da liberdade da vítima. Os investigadores acreditam que ele agia com outros dois comparsas, mas os outros suspeitos ainda não foram identificados.

A polícia chegou até o suspeito depois que ele usou o cartão de uma das vítimas (Foto: divulgação/ SSP)

Quem reconhecer Alexandre como sequestrador pode procurar a 11ª Delegacia (Tancredo Neves) para registrar queixa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.