Bahia

Protesto por Diretas Já leva 80 mil pessoas à Barra

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Partidos políticos, entidades de movimentos sociais, centrais sindicais e populares contrários ao governo do presidente Michel Temer lotaram o Farol da Barra na tarde deste domingo, 11, em um ato artístico-político-cultural, como definiram os organizadores.

Cerca de 80 mil manifestantes estiveram presentes para pedir a saída do peemedebista do poder e eleições diretas já, conforme estimativa da organização.

O número, que foi crescendo aos poucos, chegava a 10 mil por volta de 15h40, segundo estimativa feita naquele momento pelo presidente da CUT Bahia, Cedro Silva.

Durante o ato, ao som de dezenas de artistas que entoaram canções de protesto e palavras de ordem e de discursos políticos de lideranças baianas, o gramado em frente ao Farol da Barra ficou completamente ocupado, assim como a faixa de asfalto da região e parte da avenida Oceânica, na orla do bairro.

Políticos como a senadora Lídice da Mata, deputados federais baianos como Alice Portugal, Daniel Almeida, Deivison Magalhães e Valmir Assunção e artistas como Lazzo Matumbi, Aloísio Menezes, Cláudia Cunha, Matilde, Cláudia Garcia, Márcia Short, Pedro de Rosa Morais, banda Botequim e outros marcaram presença no evento.

Os artistas apostaram em canções que marcaram a campanha por Diretas Já na década de 1980, numa tentativa de emular o momento que marcou a redemocratização.

Já ao anoitecer, a expectativa maior era pelas participações das musas da axé music Margareth Menezes e Daniela Mercury e pelo show de encerramento, sob a responsabilidade da banda do momento, Baiana System.

O senador do PSB do Amapá, João Capiberibe, viajou para acompanhar o protesto na capital baiana. O presidente da seção baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), Luiz Viana, também discursou para a multidão, que dançava e cantava em clima de Carnaval.

“A saída para a crise não será jurídica, será política”, afirmou Viana, defendendo que “nem todos os políticos estão afundados na lama”.

“Eu quero é botar o Temer na rua/gritar por diretas já”, cantaram os manifestantes em vários momentos, em uma adaptação da marchinha carnavalesca Eu Quero Botar meu Bloco na Rua, de Sérgio Sampaio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.