Internacional

Polícia trata atropelamento em Londres como terrorismo

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

A polícia de Londres foi chamada na noite deste domingo à área de Finsbury Park, ao norte da capital britânica, após uma van ter avançado contra pedestres. De acordo com a polícia da capital britânica, uma pessoa foi presa e pelo menos dez pessoas ficaram feridas. As forças de segurança disseram que o incidente tem as “marcas” de “terrorista” e que ninguém mais foi encontrado no veículo além do motorista, preso imediatamente após o atropelamento.

Um homem que já recebia atendimento no local antes do atropelamento morreu e a polícia ainda não sabe dizer se a morte foi provocada pelo choque com a van.

A região abriga duas mesquitas e o conselho Muçulmano da Grã-Bretanha afirmou que há fiéis entre os feridos. Muçulmanos estão no mês sagrado do Ramadã e costumam se dirigir às mesquitas para as orações durante a noite.

O serviço de ambulâncias de Londres afirmou em comunicado que enviou ao lugar várias ambulâncias, paramédicos e especialistas, assim como uma equipe especializada em trauma da Ambulância Aérea de Londres, em um carro.

A polícia foi chamada após a 0h20 após relatos de um veículo em colisão com pedestres. A polícia continua investigando a ocorrência e ainda não informou se o atropelamento foi acidental ou intencional.

Uma testemunha afirmou que a van investiu contra as pessoas que estavam na rua. “As pessoas estavam só conversando, como estamos agora. E ele simplesmente veio para cima de nós. Havia muita gente”, disse o homem, que não quis ser identificado. “Fiquei chocado, chocado, chocado. Havia corpos perto de mim. Graças a Deus que eu fui para o lado, eu pulei. Todos estão machucados, todos estão machucados de verdade.”

Neste ano, houve dois ataques em que veículos avançaram contra pedestres em Londres. O primeiro aconteceu em Westminster, em março, e o segundo no começo deste mês, na London Bridge.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.