Ocorrências Policiais

Polícia procura duas mulheres que assumiram o papel dos maridos no tráfico

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Duas mulheres procuradas pela polícia por tráfico de drogas e envolvimento em organizações criminosas após assumirem o papel dos maridos. Marisângela Soares de Sousa, 36 anos, a ‘Mari’, e Jaisane Silva Teixeira, conhecida como ‘Dona Maria’, fazem parte do Baralho do Crime, recurso utilizado pela da Secretaria da Segurança Pública (SSP) para ajudar nas buscas pelos bandidos considerados mais perigosos do estado.

Com atuação no bairro de Cidade Nova, ‘Mari’, a 10 de Copas, passou a comandar a venda de drogas na região após a morte do companheiro, Eberson Souza Santos, conhecido como ‘Piti’. Ele morreu na cidade de Candeias, Região Metropolitana de Salvador, em agosto de 2007, após um confronto com a polícia. Segundo a SSP, ele era o traficante que gerenciava o tráfico nessa localidade.

Já a Dama de Copas, ‘Dona Maria’ é procurada não só por tráfico de drogas, mas também por homícidio. Ela age na cidade de Vitória de Conquista, no sudoeste baiano, onde lidera a venda de drogas no município conquistense.

Ela passou a gerenciar o tráfico, logo após o falecimento do marido, Bruno de Jesus Camilo, o ‘Pezão’, morto na cidade de Porto Seguro, em 2014, também em um enfrentamento com policiais.

Para conhecer os criminosos mais procurados do estado e contribuir na captura dos foragidos basta acessar o site do Baralho do Crime e caso reconheça algum deles, ligar para o Disque Denúncia através dos telefones (71) 3235-0000, para ligações realizadas em Salvador e Região Metropolitana, ou no 181 para as outras cidades baianas.