Notícias

PF deflagra operação contra fraudes na Caixa na Bahia

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira, 20, uma operação com o objetivo de desarticular um grupo criminoso, que causou prejuízos de quase R$ 1 milhão aos cofres da Caixa Econômica Federal.

Batizada de Operação Inimigo Oculto, a PF cumpre três mandados de prisão temporária e 30 de condução coercitiva. As buscas são realizadas na Bahia, Pará e na Capital Federal. Segundo a polícia, a justiça determinou o bloqueio de aproximadamente R$ 950 mil nas contas dos investigados.

De acordo com a PF, os investigados utilizavam senhas que pertenciam a empregados da Caixa e, desta forma, viabilizavam empréstimos e inserção de dados indevidos no sistema como, rendas fictícias, sem qualquer documento de comprovação.

Conforme a polícia, quando os valores eram creditados nas contas indicadas, eles efetuavam vários saques e transferências para evitar que o banco identificasse e bloqueasse as quantias.

Os investigados serão indiciados por estelionato qualificado, falsificação de documento público, associação criminosa e lavagem de dinheiro. A PF também vai investigar se os empregados da Caixa tiveram participação nos crimes.