Saúde

Para ficar forte, não adianta comer muita proteína de uma só vez

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Notícia quentinha para quem pretende preservar seus músculos por anos e mais anos. Segundo um estudo publicado no periódico científico American Journal of Clinical Nutrition, distribuir o consumo de carnes, ovos e outras fontes de proteína ao longo do dia – em vez de concentrá-lo no período da tarde ou da noite – pode ser uma medida importante para frear a perda de massa muscular, comum com o avançar da idade.Capitaneada pelo Centro de Saúde da Universidade McGill, no Canadá, a pesquisa contemplou as informações médicas e os hábitos alimentares de quase 1 800 pessoas na faixa etária de 65 a 84 anos. Eles foram acompanhados por uma média de três anos.

“Aqueles que ingeriam proteína de uma maneira balanceada durante o dia tinham mais força muscular em comparação com os que comiam mais no jantar e menos no café da manhã”, exemplificou, em comunicado à imprensa, a nutricionista Samaneh Farsijani, umas das autoras do trabalho.

Embora mais estudos sobre o assunto sejam necessários, talvez o organismo consiga absorver melhor o nutriente em questão quando a ingestão é fracionada e começa já nas primeiras horas do dia. Mas uma coisa é certa: o debate acerca da recomendação diária para proteína ainda vai esquentar muito.

Enquanto ainda sobram dúvidas sobre o assunto, elencamos duas possibilidades de café da manhã que agregam proteínas ao cardápio. Confira:

Ovo, torrada e vitamina

Essa combinação tem proteínas e minerais de sobra – só cuidado com o colesterol! As frutas oferecem vitaminas, enquanto a torrada proporciona fibras.

• 1 torrada integral

• 1 ovo cozido

• 1 copo de vitamina de banana com mamão

Vai uma tigela de cereal? 

Os grãos fornecem bastante energia e fibras, enquanto os morangos trazem vitaminas e minerais. Já o leite assegura o aporte de proteínas.

• 1 xícara e meia de chá de cereal

• 1 copo de 240 ml de leite

• 8 unidades de morangos médios