Ocorrências Policiais

Oito são presos durante operação de combate à pedofilia em Salvador

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Oito pessoas foram presas em flagrante em Salvador, na manhã desta sexta-feira, 20, durante a operação Luz na Infância, considerada a maior ação de combate à pedofilia do país. Os nomes dos detidos e circunstâncias das prisões não foram divulgados.

Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão nos bairros do Stiep, Chame-Chame, Pituba, Barbalho, Barroquinha, Itapuã, Coutos e Caminho de Areia.

Além da Bahia, a operação é realizada em outros 23 estados e no Distrito Federal. Até o momento, já foram presas 97 pessoas no país. Segundo a Polícia Civil, os alvos foram identificados por meio de um levantamento de informações feito pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e pela Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil.

Com base em evidências coletadas em ambientes virtuais, a Polícia Civil instaurou inquéritos e solicitou autorização da Justiça para realizar buscas e apreensões, visando apreender computadores e dispositivos de informática onde estão armazenados os conteúdos de pedofilia. Esse material será utilizado para indiciar e prender os suspeitos.

Na Bahia, a operação foi deflagrada por agentes do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), Departamento de Inteligência Policial (DIP), Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), Coordenação de Tecnologia da Informação e Telecomunicações (CTIT) e Grupo Especial de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos (GME), além da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SI/SSP) e Departamento de Polícia Técnica (DPT), em parceria com Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).