Destaque

Oi não poderá cobrar ligações feitas em orelhões na Bahia e outros 14 estados

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

As ligações locais e de longa distância nacionais feitas a partir de orelhões da Oi não são cobradas em 15 estados, incluindo a Bahia. A gratuidade começou a valer neste domingo, 1º, e segue até 30 de março.

A decisão também vale para os estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Espirito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) entendeu que os orelhões presentes nesses estados não estão nas condições cobradas pela agência. Por isso, a determinação da gratuidade até 30 de março de 2018, quando deve ser divulgado o resultado de uma nova fiscalização do serviço.