Celebridades e Entretenimento

“Não sinto a menor saudade da Globo”, diz Wolf Maya

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

‘”Sigo dando os meus cursos de teatro”, acrescentou diretor ao Purepeople

Wolf Maya está longe das novelas da Globo há quase um ano, quando teve o seu salário reduzido de R$ 400 mil para R$ 100 mil. E ao lançar o musical “Relaxa que é Sexo”, do qual é escritor e diretor, no Teatro Nathalia Timberg assegurou não sentir falta do trabalho na emissora carioca. “Não sinto a menor saudade da Globo. É bom dar espaço para gente nova também”, afirmou ao Purepeople nesta quinta-feira (3). O espetáculo reuniu vários famosos como Aline Dias, grávida de seis meses do primeiro filho, e Aline Riscado.

O mais recente trabalho do pai da atriz Maria Maya como diretor de novelas foi em “I Love Paraisópolis” (2015). Enquanto está longe da TV, Wolf, cuja casa foi invadida há quase dois anos, segue se dedicando a outras atividades. “Sigo dando os meus cursos de teatro, dirigindo e escrevendo as minhas peças”. A estreia dele como diretor de novelas na Globo ocorreu em 1981 na primeira versão de “Ciranda de Pedra”. Em seguida, dirigiu tramas como “Champagne” (1983), “Bambolê” (1987), os remakes de “Mulheres de Areia” (1993), “A Viagem” (1994) e “Pecado Capital” (1998), “Esplendor” (2000), “Senhora do Destino” (2004) e “Amor à Vida” (2013), responsável por exibir o primeiro beijo entre homens em folhetins da Globo, além de minisséries, seriados e episódios do “Caso Especial” e do “Você Decide”.

Protagonista do folhetim passado em uma comunidade de São Paulo, a ex-namorada de Neymar foi elogiada pelo ator e diretor por seu desempenho na trama. “A Bruna Marquezine vai fazer um grande trabalho na vida dela”, declarou Wolf dias antes da novela entrar no ar. Quase três anos depois, a irmã de Luana Marquezine será uma princesa e vilã em outra trama das sete, “Deus Salve o Rei”. O folhetim medieval de autoria de Daniel Adjafre está previsto para estrear em janeiro e reunirá ainda Marina Ruy Barbosa. As duas atrizes vão disputar o personagem de Renato Góes. O elenco conta também com Tatá Werneck e Marco Nanini.