Notícias

Manifestantes protestam em Brasília contra bloqueio de verbas na educação

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Grupo bloqueou Esplanada dos Ministérios; princípio de confusão foi registrado e PM deteve uma pessoa. Alunos, professores, centrais sindicais e artistas participaram do ato.

Exatamente 15 dias após a manifestação que reuniu estudantes, professores e servidores da Educação no centro de Brasília, a Esplanada dos Ministérios voltou a ser palco de novo protesto com pautas semelhantes nesta quinta-feira (30).

A votação da reforma da Previdência e o corte de verbas das instituições federais de ensino estavam entre as pautas. O grupo rejeita a proposta do governo que altera a política de aposentadoria do país e também é contra o bloqueio do orçamento destinado às universidades públicas, como a Universidade de Brasília (UnB) (entenda abaixo).

O protesto foi convocado pelas redes sociais. Alunos, professores, centrais sindicais e companhias artísticas participam da mobilização, que teve início por volta das 10h e acabou pouco antes das 14h.

O público se concentrou na praça do Museu Nacional da República e deu uma volta na Esplanada dos Ministérios. Três faixas do Eixo Monumental ficaram bloqueadas para a passagem dos manifestantes e foram liberadas por volta das 13h40.

Confusão

Confusão entre policiais militares e estudantes durante protesto contra cortes de verbas na educação, em Brasília, nesta quinta-feira (30) — Foto: Luiza Garonce/G1

Confusão entre policiais militares e estudantes durante protesto contra cortes de verbas na educação, em Brasília, nesta quinta-feira (30) — Foto: Luiza Garonce/G1

Durante o trajeto em direção ao Congresso, houve um princípio de tumulto entre policiais militares e manifestantes. A corporação usou spray de pimenta contra o grupo, e um homem foi preso. Segundo a PM, ele foi encaminhado para a 5ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte.

Uma outra mulher também chegou a ser detida pela polícia, mas foi liberada em seguida. No momento da apreensão, ela passou mal e o Corpo de Bombeiros prestou socorro.

Bombeiros socorrem mulher que participou de protesto, em Brasília, contra corte de verbas na educação nesta quinta-feira (30) — Foto: Pedro Borges/TV Globo

Bombeiros socorrem mulher que participou de protesto, em Brasília, contra corte de verbas na educação nesta quinta-feira (30) — Foto: Pedro Borges/TV Globo

Críticas contra o GDF

Em cima de um trio elétrico estacionado ao lado da Biblioteca Nacional da República, os manifestantes também protestam contra o governo local, de Ibaneis Rocha (MDB). Eles acusam a atual a gestão de “ataques à classe trabalhadora”.

Força Nacional reforça a segurança na entrada do prédio do Ministério da Educação (MEC) em manifestação nesta quinta-feira (30) — Foto: Maria Ferreira/G1

Força Nacional reforça a segurança na entrada do prédio do Ministério da Educação (MEC) em manifestação nesta quinta-feira (30) — Foto: Maria Ferreira/G1