Celebridades e Entretenimento

Karina Bacchi revela que não queria ser mãe solteira

No vídeo publicado, Karina Bacchi fez um desabafo sobre o processo de fertilização in vitro realizado para ter Enrico, de um ano. “Acabei congelando óvulos aos 35 anos, vou fazer 42, porque eu tenho uma tia obstetra. Além disso estava voltando de um relacionamento meu de muitos anos e não era o momento de pensar em gravidez. Mas, ele já não queria ser pai, ele já tinha filhos. Era um processo que teria de convencer e ele queria convencer me a não ter. Foram 5 anos com essa questão”, disse.

Sendo assim, ela resolveu ser mãe solteira: “Eu nunca me via de levantar a bandeira de mulher sozinha. Eu queria uma família, quero isso pra minha vida. Mas naquele momento tive que fazer daquela maneira. A ordem dos fatores que mudou”.

A apresentadora explicou o motivo de ter usado uma empresa de doadores de sêmen dos Estados Unidos: “Eu fiz aqui com empresa de doares fora do Brasil. Os doadores brasileiros não liberam muitas informações que os doares fora do Brasil dão. Consigo ver a foto, ver detalhes de saúde. Vi uma criança muito parecida com a criança que eu fui nas fotos de infância do doador. Um olhar feliz, uma criança sorridente e por isso o escolhi”.

Atualmente, Karina Bacchi está noiva de Amaury Nunes. O ex-jogador se considera pai do menino desde o começo do relacionamento. O casal assumiu a relação em 2017.