Celebridades e Entretenimento

Jornal detalha os problemas vividos por Neymar no PSG

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Segundo diário ‘Sport’, da Catalunha, jogador acredita que atua em ‘uma Liga menor do que ele’, além da vida pacata onde mora com os ‘parças’

Nem tudo são flores para Neymar desde que chegou ao PSG. Primeiro foi o desentendimento com Cavani sobre as bolas paradas, depois as especulações de desavenças com o técnico Unai Emery e, por último, as visitas aos ex-companheiros de Barcelona. Tudo isso em apenas três meses na França.

O jornal espanhol Sport , alega outros motivos para turbulência vivida por Neymar. Vale destacar que o craque brasileiro vem sendo alvo dos jornais catalães desde a sua saída do Barcelona.

Segundo o diário, uma fonte próxima do camisa 10 do PSG afirma que “Neymar se deu conta de que ele é maior do que a liga que disputa”.

“Estádios pequenos com médias de público irrisórias, rivais de qualidade ínfima, jogos na sexta… ‘Sabe que ganhará a liga com 30 pontos de vantagem, como ocorreu com o PSG faz duas temporadas, e isso o desmotiva. Ele se surpreendeu com a dureza com a que empregam os defensores rivais, muito mais ásperos, provocativos e intransigentes do que tinha experimentando em Brasil e Espanha. E Ney acabou explodindo, o que lhe custou a expulsão contra o Olympique de Marselha”, afirma a reportagem.

Como o objetivo declarado do PSG é ganhar a Liga dos Campeões, o Campeonato Francês e suas respectivas ligas acabam ficando em segundo plano. “E se não a ganha, a temporada será um fracasso. O perigo de que o astro se disperse é muito grande”.

Segundo a apuração do Sport , duas coisas incomodam Neymar. A imprensa francesa, que parece dar mais atenção à vida pessoal e às vantagens do craque, além da relação do camisa 10 com os companheiros de equipe, que não está muito boa após o lance com Cavani sobre quem iria cobrar os pênaltis.

“O uruguaio não é o único rebelde. As vozes críticas internas se multiplicam e, por exemplo, praticamente não há diálogo com o setor argentino: Di María (muito rebelde com ele), Pastore (que teve que ceder o número 10) ou Lo Celso. O vestiário do PSG é um campo minado para Ney”, finaliza a reportagem.

Neymar chegou ao PSG no início da temporada, sendo a maior transferência da história, custando 222 milhões de euros (R$ 820 milhões).