Itaberaba

Hospital Regional de Itaberaba será reaberto!

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Se existia duvidas sobre o porquê o HRI continuava fechado, e o que era necessário para sua reabertura, certamente que em meio ao silencio sombrio da Irmandade da Santa Casa e de seu Provedor, agora compreendemos o que falta.

Maior sonho da população Itaberabense, o HRI (Hospital Regional de Itaberaba) caminha a passos largos para sua reabertura.

 

Contextualizo a opinião a seguir, com um pensamento revolucionário:

 

“O otimista pode até errar, mas o pessimista já começa errando”.

 

JUSCELINO KUBITSCHEK

 

Se existia duvidas sobre o porquê o HRI continuava fechado, e o que era necessário para sua reabertura, certamente que em meio ao silencio sombrio da Irmandade da Santa Casa e de seu Provedor, agora compreendemos o que falta.

 

Itaberaba vivenciou em seus últimos dias o ápice da atenção e de muitas expectativas para o evento que reuniu as maiores lideranças politicas da Bahia. Em meio a discursos e listagem de obras, eis que a situação do nosso Regional ficou em destaque.

 

O Prefeito Ricardo, em pronunciamento, representando um clamor de mais de 70 mil habitantes, conclamou a todas as autoridades presentes no evento, ações emergenciais para reabertura do Hospital Regional. E ouviu do governador:

 

 “Se você desapropriar o HRI, eu reformo e equipo”.

 

Certamente nunca tivemos tão perto de reabrir o Hospital Regional, porém, é necessário um ato nobre de seus atuais responsáveis no qual ceda o quanto antes toda responsabilidade e administração para o município, pois, se não podemos medir o tamanho da benfeitoria de quem brigou pela reabertura, podemos afirmar que se o Regional continuar fechado à culpa é tão somente da Irmandade e de seu Provedor.