Saúde

Homem comeu pimenta tão ardida que acabou com um furo no esôfago

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Deu no The Journal of Emergency Medicine (uma publicação científica que cobre casos que foram parar no pronto socorro): um homem de 47 anos que estava participando de um concurso de comida foi desafiado a comer um hambúrguer com purê de pimenta-fantasma – e acabou com um buraco de 2,5 centímetros no esôfago. O homem, que não foi identificado pelo estudo, começou a vomitar, e foi levado ao hospital com dores severas no peito e na barriga.

A pimenta-fantasma consta na escala Scoville – que mede a ardência das pimentas – com um índice de 1 milhão, e já entrou no Guinness como a mais ardida do mundo. Só para se ter uma ideia: o pimentão tem 0 pontos, o tabasco leva entre 30.000 e 50.000 pontos e a malagueta fica entre 50.000 e 100.000. Já foram registradas pimentas mais fortes que a fantasma, como a Carolina Reaper, que pode chegar a até 2,2 milhões de pontos (mantenha-se afastado dessa).

No caso do homem de 47 anos que comeu o hambúrguer o problema não foi a pimenta em si – mas os vômitos que a seguiram. Depois de ingerir o purê, o paciente tomou cinco copos de água e começou a vomitar, o que causou o rompimento interno. Os autores da pesquisa dizem que um furo no esôfago costuma ser fatal e alertam para que não se ignore mal-estares depois da ingestão de comidas muito apimentadas. A vítima da pimenta-fantasma foi submetido a raios-x, tomografias e cirurgias, e acabou liberado do hospital com um tubo gástrico no lugar do buraco.