Celebridades e Entretenimento

Gisele Bündchen chora ao ver desmatamento da Amazônia

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Gisele Bündchen não se segurou e foi às lágrimas ao sobrevoar a parte brasileira da Amazônia e ver o desmatamento de uma parcela da floresta durante a gravação da série documental Years Of Living Dangerously, do canal National Geographic, que trata das mudanças climáticas e da interferência humana no meio ambiente. Em vídeo divulgado nesta terça-feira no programa Today, da rede americana NBC, Gisele descobre que a criação de gabo é responsável por 65% do desmatamento da Amazônia.

“Olha o gado ali, naquela terra seca”, diz a modelo, sobrevoando a região em um helicóptero. Logo em seguida, ela começa a chorar e enxuga as lágrimas. No programa, ela contou: “Eu sou muito emotiva, muito sensível, especialmente por ver todo esse contraste… sou do Sul do Brasil e a floresta fica no Norte. Quando criança, eu pensava na floresta como um lugar mágico, intocável e que jamais poderia ser destruído. Ao crescer, percebi que ela não era         indestrutível e que as pessoas estavam derrubando para lucrar com seus recursos.”

“Quando você está na floresta e vê aquilo, lembra do que pensava quando criança e pensa: ‘O quê? Eles não podem fazer isso!’. Então é um choque”, disse. “Nós não temos outra Terra. No fim, todos compartilhamos o mesmo ar, a mesma água, os mesmos recursos naturais, que são finitos. Não podemos continuar só tirando, tirando, tirando, e pensar que tudo vai continuar aqui para sempre. Quero que meus filhos vivam, mas não só eles, isso é importante para a sobrevivência da espécie humana.”

Gisele também falou sobre a vida pessoal e a relação de Tom Brady, seu marido, com os filhos. “Ele gosta de pensar que disciplina as crianças, mas não concordo. Nossa filha pede algo e ele diz ‘sim’ para tudo. Eu digo para ele: ‘Você não está ajudando! Estamos criando indivíduos para o mundo, precisamos ter limites aqui’. Mas, sabe, filhas e seus pais. E ela sabe o que está fazendo, ela é esperta.”