Internacional

Exclusivo: Mark Wahlberg fala sobre o uso comedido de computação gráfica em Horizonte Profundo

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Em 20 de abril de 2010, Mike Williams passou por maus bocados. A plataforma de extração de petróleo onde trabalhava, a Deepwater Horizon, explodiu, no Golfo do México, nos Estados Unidos – tragédia que matou 11 pessoas e ficou conhecida como o pior vazamento do óleo da história.

Ele foi a última pessoa a ser resgatada naquela noite

“, afirma Mark Wahlberg, que interpreta Mike Williams em Horizonte Profundo – Desastre no Golfo, que estreia nesta quinta, 10 novembro nos cinemas do Brasil.

 

O

AdoroCinema

conversou com o ator na última edição do Festival de Toronto (Toronto International Film Festival – TIFF), em setembro, quando Mark falou sobre a responsabilidade de encarnar Mike: ”

Há uma pressão extra quando você interpreta uma pessoa real que está ao seu lado no set, alguém que tem liberdade para te criticar ou te corrigir em todas as etapas

“.

MW´s ativar: Mark Wahlberg e Mike Williams na pré de Horizonte Profundo em Londres

Um “problema” que ele mesmo criou, na condição de (também) produtor do filme, quando Wahlberg convidou Williams para ser consultor da obra. ”

Isso foi ótimo para todo mundo porque ninguém conhecia a plataforma mais do que ele. Ele se assegurou de manter nosso retrato autêntico e preciso

“.

 

Apesar do ambiente inóspito de fogo e inúmeras explosões, o ator/ produtor garante que, fora “corrigir algumas coisas e para expandir o oceano”, efeitos de computação gráfica, “tudo foi muito real”. ”

Foi perigoso e quente. Nós filmamos na Louisiana, durante o verão, em uma plataforma petrolífera real e enfrentamos mais de 37 graus nessas condições

“.

 

E como explosões, Mark Wahlberg e  Michael Bay têm caminhado juntos ultimamente, aproveitamos para perguntar em que sentido

Horizonte Profundo

dialogaria com o estilo do diretor de Transformers: ”

Acho que Michael Bay filmaria uma história como essa, mas, para nós, esse é um filme sobre esses personagens. O desastre é um elemento a mais, assim como a ação, as sequências de ação. Mas, para nós, sempre foi um filme sobre os personagens

“.

 

No fim, não perdemos a oportunidade de testar a informação ” Mark Wahlberg revela que aceita e agradece elogios de pessoas que o confundem com Matt Damon”.