Itaberaba

Eclipse solar poderá ser visto de Itaberaba na próxima segunda (21)

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Em Itaberaba a cobertura do Sol será de 12,6%.
Moradores de alguns estados das regiões Norte e Nordeste do Brasil poderão ver parcialmente, na próxima segunda-feira (21), o eclipse solar, quando a Lua ficará entre a Terra e o Sol. Segundo o jornal O Globo, quem estiver no Macapá, no Amapá, terá o melhor ponto de observação entre as capitais. Lá eles poderão ver a Lua cobrindo 40,9% do Sol. Já em Itaberaba, a cobertura será de 12,6%, com início às 16h39. O máximo de cobertura será visto pelos itaberabenses às 17h17.
O fenômeno poderá ser visto em uma faixa 3 mil quilômetros no país. Observadores de Boa Vista, Belém, São Luís, Teresina, Fortaleza, Natal, João Pessoa e Recife devem conseguir ver até 40% do Sol coberto. Em Brasília só 2% da cobertura poderá ser visualizada. Quem estiver mais ao sul do Brasil como o Rio de Janeiro, por exemplo, não avistará o eclipse.

Outros episódios
O último eclipse total que pôde ser visto do Brasil foi em março de 2006, entre os estados do Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. O próximo será em agosto de 2045. Esta é a primeira vez, em 38 anos, que o eclipse poderá ser visto totalmente por moradores em todo o território EUA.

Um eclipse total está previsto para acontecer no dia 2 de julho de 2019 e a faixa de visualização vai ficar entre o Chile e a Argentina. Mas poderá ser visto parcialmente por quem estiver nas regiões Sul e Sudeste. O mesmo acontecerá em 14 de dezembro de 2020.