Destaque

Dois PMs foram assassinados no Rio em primeira semana de 2019

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

No sétimo dia de 2019, o Rio já tem dois policiais militares assassinados. O soldado Miqueias Marinho Ribeiro foi morto no início da manhã desta segunda-feira, 7, em Japeri, na Baixada Fluminense. Ele chegava em casa de carro quando um outro veículo passou disparando várias vezes contra o PM.

Ele chegou a ser socorrido pela família e levado para uma clínica, mas não resistiu aos ferimentos.

Na noite de sábado, 5, o PM Daniel Henrique Mariotti morreu após ser baleado na cabeça ao tentar impedir um assalto na Linha Amarela. O governador Wilson Witzel foi ao enterro do PM, na tarde de domingo, 6, e prometeu combater duramente o crime organizado. Ele decretou ainda três dias de luto oficial pela morte.

“Não vamos permitir que o crime organizado continue barbarizando a nossa sociedade”, afirmou o governador. “É preciso agir com rigor, cada vez mais coordenados, com mais reforços e mais técnica. E nós temos a convicção de que vamos vencer o crime organizado. O Estado é mais forte do que eles e vamos usar todos os esforços e meios para aniquilar e asfixiar o crime organizado.”

Em 2018, pelo menos 94 policiais militares foram mortos no Rio.