dentista-aparelho-implante-canal-dente-clinica-ortodontia-itaberaba-noticias-gardel-costa
Notícias

Descubra quais são os 9 políticos ainda presos na Lava Jato

Em três anos e sete meses, a Operação Lava Jato e as investigações dela derivadas levaram à prisão políticos, empresários, ex-diretores de estatais, sobretudo da Petrobras, e os intermediários da propina, os chamados “operadores financeiros”.

Entre ex-governadores, dirigentes partidários, parlamentares e ex-parlamentares, aqueles que, afinal, moviam e eram os beneficiários finais dos esquemas em empresas públicas, houve 20 prisões, feitas nas operações Lava Jato, CalicutePatmosSépsisCui Bono?ManusTesouro Perdido e Panatenaico, além de ações não batizadas.

Da bancada dos presidiários, onze políticos já deixaram a cadeia e nove permanecem encarcerados. Seis destes estão atrás das grades há mais de um ano, incluindo um dos outrora políticos mais poderosos do país: o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cuja prisão completou seu primeiro aniversário no último dia 19 de outubro.

Descubra a seguir, clicando abaixo das imagens, quais políticos seguem detidos e as prisões que os abrigam:

O ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima está preso desde o início de setembro de 2017 em Brasília.

O ex-deputado Luiz Argôlo (SD) está preso no Complexo Médico Penal de Pinhais (PR) desde abril de 2015.

Ex-deputado federal Eduardo Cunha está detido Complexo Médico Penal de Pinhais (PR) desde outubro de 2016.

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral está preso desde novembro de 2016 na capital fluminense.

Ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto está preso no Complexo Médico Penal de Pinhais (PR) desde março de 2015

Ex-deputado pelo PT, André Vargas está preso no Complexo Médico Penal de Pinhais (PR) desde abril de 2015.

O ex-deputado Henrique Eduardo Alves está detido na Academia da Polícia Militar, em Natal, desde junho de 2017

Ex-ministro e ex-deputado federal, Antonio Palocci está preso na Lava Jato desde setembro de 2016.

O ex-senador pelo PTB Gim Argello está detido no Complexo Médico Penal de Pinhais desde agosto de 2016.

Veja também