Esportes

Departamento jurídico do Inter prepara ação contra o Vitória

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Menbros do departamento jurídico do Internacional estão no Rio de Janeiro e estudam entrar com uma queixa no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em razão de uma possível irregularidade envolvendo o zagueiro Victor Ramos, do Vitória.

Na 17ª colocação, o Colorado tenta evitar o rebaixamento. Dentro de campo, o time não depende apenas de si, já que precisa vencer seus últimos dois compromissos (contra Cruzeiro e Fluminense), e torcer para que o Rubro-Negro baiano não some mais do que quatro pontos nas últimas duas rodadas.

O Vitória, por sua vez, garante que não há irregularidades. Na competição nacional, o time tem três pontos de vantagem do Inter e, caso vença o Coritiba, fora de casa, na próxima segunda-feira, e conte com um resultado negativo do Colorado, consegue se livrar da degola.

Apesar de o Internacional não confirmar a intenção de oficializar a denúncia no STJD, tudo indica que a reta final deste Brasileirão será marcada por uma briga jurídica entre gaúchos e baianos.

ENTENDA O CASO:

A denúncia por parte do Internacional está relacionada à transferência de Victor Ramos, ex-jogador do Palmeiras para o Vitória. Na ocasião, o atleta estava emprestado ao Verdão pelo Monterrey, do México, e, quando acertou com o Rubro-Negro, procedimentos da negociação não seguiram as recomendações do TMS, sigla que remete ao Sistema de Mercado de Transferências.

Caso a denúncia realmente aconteça e seja acatada no STJD, o Vitória pode sofrer a perda de três pontos por partida em que o atleta atuou Neste caso, o clube perderia o total de 72 pontos, já que Victor Ramos participou de 24 jogos.