Celebridades e Entretenimento

Débora Falabella curou depressão com terapia

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Atriz contou em entrevista que foi um período difícil: ‘a terapia me ajudou mais do que o remédio’

Débora Falabella se dedica à reta final da novela “A Força do Querer”, na qual cometerá um sequestro nos últimos capítulos, e nesse meio tempo conseguiu uma brecha nas gravações para participar do programa de Michel Melamed, o “Bipolar Show”, exibido pelo Canal Brasil. Durante o papo, a atriz revelou que, assim como a cantora Paula Fernandes, que já passou por um período depressivo, também já sofreu com o problema: “depressão é f… Eu tive um princípio e foi difícil, não é uma coisa fácil de lidar. A terapia foi o que me ajudou mais, mais do que remédio. É uma angústia de não saber de onde vem a tristeza. É horrível. Você vai perdendo a sua vida e não consegue sair disso.”

Débora, que planeja ter filhos no futuro com o namorado, o ator Murilo Benicio, também entregou que um dos seus maiores receios é não agradar o público quando inicia um novo trabalho: “a gente tem medo da humilhação pública sempre, principalmente na hora de estrear. Tenho medo de ser ruim, de ninguém gostar, não ter público. E estamos com muitas possibilidades atualmente com a internet. Tem sempre muita gente disposta a humilhar os outros publicamente.” A artista lembrou ainda uma ocasião em que se arrependeu de ter participado de um comercial em sua cidade: “e eu já passei por isso. Fiz um comercial que não deveria ter feito quando morava em Belo Horizonte e foi sobre a volta às aulas. Antes de ir ao ar, teve uma greve dos professores e eu fui muito julgada por isso. Sendo que na verdade eu estava do lado dos professores. Foi uma escolha errada”.

 Em recente entrevista ao programa “Calada da Noite”, do GNT, Débora entregou que é muito caseira, mas que mesmo optando por um cotidiano tranquilo, diferente de Giovanna Ewbank, que já declarou amar dormir, ela sofre com insônia: “estou sempre falando ‘não durmo, não durmo. Tenho problema de insônia’. Mas, às vezes, vou ver um filme e estou tão relaxada, que aí eu durmo. Só não pode ser de terror. Não vejo mais. Adorava filme de terror, mas depois que tive filho virei uma medrosa. Eu lembro que com seis anos eu vi ‘Exorcista’ e ‘Tubarão’. Hoje em dia, eu fico com medo”.