Notícias

Cinco novos promotores passam a investigar a morte de Marielle

A apuração dos assassinatos da vereadora Marielle Franco (Psol) e do motorista Anderson Santos ganhou o reforço de cinco promotores.

Por determinação do procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem,  os promotores Alexandre Murilo Graças, Alexandre Themístocles de Vasconcelos, Luís Otávio Figueira Lopes, Marcelo Muniz Neves e Márcio José Nobre de Almeida passarão a acompanhar as investigações.

A ajuda foi pedida a Gussem pelo promotor encarregado do caso, Homero das Neves Freitas Filho, da 23ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal.

A Delegacia de Homicídios apurou que os dois carros utilizados pelos criminosos fugiram pela Avenida Brasil, via expressa que liga o Centro às zonas Norte e Oeste. Os assassinatos ocorreram no Estácio, região central do Rio que dá acesso a vários bairros

A polícia tenta, com a ajuda de imagens captadas por câmeras, descobrir o destino dos dois veículos e também os locais de onde eles partiram. O crime ocorreu há uma semana

Veja também