Celebridades e Entretenimento

Campanha de Natal da Perdigão considerada racista causa polêmica

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

As questões raciais tem sido cada vez mais colocadas em pauta no mundo atual. Diversos movimentos surgiram com o objetivo de lutar pela equidade, sendo assim, diversas marcas aderiram essa luta em suas campanhas, como o Boticário em sua propaganda de Dia dos Pais deste ano, mas nem sempre elas acertam.

Perdigão em sua campanha de Natal está causando polêmica nas redes sociais por colocar uma família negra, os Silva, no papel de necessitada e uma família branca, os Oliveira, na posição de provedora.

A ação gira em torno do fato de que quando uma família compra um chester da marca, outro é doado para uma família necessitada. A porta-voz da família negra agradece pela oportunidade de “ter uma ceia de natal que eles apenas imaginavam”, enquanto o senhor branco do lado oposto explica como funciona a doação do alimento e como isso pode ajudar outras famílias que não possuem as mesmas condições deles.

Além do mais, os cenários em que ambas aparecem é muito diferente. Os Silva aparecem em uma residência mais simples e decorada de forma humilde, enquanto os Oliveira apresentam-se em uma residência luxuosa, repleta de luzes de natal e com uma mesa cheia das mais variadas comidas.

Em nota à imprensa, a empresa lamenta a repercussão e diz que não tinha intenção de reforçar estereótipos de raça.

“A Perdigão lamenta que a campanha publicitária de Natal tenha ofendido qualquer um de nossos consumidores. Nunca foi essa a nossa intenção. Falar de generosidade é, para nós, uma forma de união e agradecimento a todos os nossos consumidores, que há três anos colaboram para o Natal de mais de 6 milhões de pessoas, independente de cor, gênero, raça ou religião. É nisso que acreditamos”. Confira o filme: