Celebridades e Entretenimento Esportes

Brasileira Cris Cyborg é a nova campeã do UFC

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Cyborg nocauteou e se tornou campeã do UFC
Cyborg nocauteou e se tornou campeã do UFC

Depois de muito tempo esperando, Cris Cyborg finalmente se tornou campeã do UFC neste sábado. Lutando em sua categoria, a recém-criada divisão dos galos, e sem precisar cortar peso, ela não deu chances e nocauteou a norte-americana Tony Evinger no UFC 214.

Depois, aproveitou as redes sociais para comemorar e dar uma provocada.

“12 anos invicta! O UFC finalmente pode dizer que a melhor lutadora do mundo é campeã. Obrigada, Dana White”, postou.

Vale lembrar que uma luta entre Cyborg e Ronda Rousey sempre foi esperada para definir quem era a melhor lutadora do mundo. O combate, porém, nunca aconteceu. A brasileira sempre disse não conseguir baixar de peso, e a norte-americana nunca quis subir.

No meio do caminho, porém, Ronda acabou destronada. Já Cyborg só aumentou sua invencibilidade. Em toda a carreira, ela só perdeu uma vez, ainda na estreia, em 2005.

“Muitas coisas aconteceram na minha carreira. Agora aprendi a trabalhar com calma, lutar com calma. Estou muito feliz com o cinturão, acho que estou no auge da minha carreira”, disse Cyborg ainda no octógono.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO UFC 214:

CARD PRINCIPAL:

Jon Jones (EUA) nocauteou Daniel Cormier (EUA) aos 3’01 do 3º round – pelo cinturão dos meio-pesados

Tyron Woodley (EUA) venceu Demian Maia (BRA) na decisão unânime dos jurados (50-45, 49-16 e 49-46) – pelo cinturão dos meio-médios

Cris Cyborg (BRA) noocauteou Tonya Evinger (EUA) a 1’56 do 3º round – pelo cinturão feminino dos penas

Robbie Lawler (EUA) venceu Donald Cerrone (EUA) na decisão unânime dos jurados (triplo 29-28) – meio-médios

Volkan Oezdemir (RUS) nocauteou Jimi Manuwa (ING) a 0’22 do 1º round – meio-pesados

CARD PRELIMINAR:

Ricardo Lamas (EUA) nocauteou Jason Knight (EUA) aos 4’34 do 1º round – penas

Aljamain Sterling (EUA) venceu Renan Barão (BRA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-27 e 30-26) – peso casado (63,5kg)

Brian Ortega (EUA) finalizou Renato Moicano (BRA) com uma guilhotina aos 2’59 do 3º round – penas

Calvin Kattar (EUA) venceu Andre Fili (EUA) na decisão unânime dos jurados (triplo 30-27) – penas

Alexandra Albu (RUS) venceu Kailin Curran (EUA) na decisão unânime dos jurados (triplo 29-28) – palhas

Jarred Brooks (EUA) venceu Eric Shelton (EUA) na decisão dividida dos jurados (29-28, 28-29 e 29-28) – moscas

Drew Dober (EUA) nocauteou Josh Burkman (EUA) aos 3’01 do 1º round – leves