Esportes

Brasil vence o Chile por 3×0, em São Paulo

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Com três gols no segundo tempo, um de Paulinho e dois de Gabriel Jesus, Seleção tira chilenos da Rússia-2018

O Brasil respeitou sua história. Nada de fazer jogo mole. Em São Paulo, nesta terça(10), a Seleção Brasileira bateu o Chile por 3×0 e terminou com chave de ouro as Eliminatórias Sul-Americanas. Para os chilenos, restará ver a Copa pela TV.

O primeiro lance de perigo foi dos visitantes. Vargas se antecipou à marcação e cabeceou com perigo. O Brasil respondeu com renato Augusto, de fora da área, em chute com muito veneno que tirou tinta do travessão de Bravo.
A Seleção, indiferente a quaisquer situações de rivais, jogava sério. E muito sério. Aos 15, a chance foi melhor ainda. Gabriel Jesus deixou Neymar de cara. O camisa 10 bateu de canhota, por baixo de Bravo, que salvou.

Depois dessa chance, o jogo esfriou. O Chile tentava usando a bola aérea em escanteio, que nunca foi seu forte, e o Brasil abusava um pouco da troca de passes. Aos 30, de longe, Neymar experimentou e a bola passou com algum perigo por cima do gol chileno.

Aos 38, a equipe brasileira teve outra ótima oportunidade para abrir o placar. Renato Augusto cruzou da esquerda, Gabriel Jesus subiu sozinho mas cabeceou em cima de Bravo.

Gols
Se a Argentina fazia sua parte em Quito (ver págs. 30 e 31), o drama chileno começou aos 9 minutos do 2º tempo. Daniel Alves bateu falta com veneno, Bravo soltou e Paulinho fez 1×0. De classificado, os chilenos passavam a ficar na repescagem. Só que dois minutos depois, Coutinho deu lançamento primoroso para Neymar, que tocou pra Jesus, sem goleiro, só empurrar pro gol.

Fora da Copa naquele momento, o Chile ficou nervoso e o jogo ficou quente. Nem o gol da Colômbia contra o Peru, que colocou La Roja de volta na repescagem, alivou a carga.

Tentando marcar, ao menos, um gol, o Chile colocou mais dois atacantes em campo e partiu pra cima, deixando brechas no contra-ataque. Num deles, Neymar bateu cruzado, mas a bola ficou na rede pelo lado de fora. No desespero, já que o Peru empatara, até o goleiro Bravo foi pra área aos 47. Deu errado. No rebote, Gabriel Jesus recebou lançamento, saiu sozinho e, sem goleiro, fez 3×0. Para o Chile restou o choro de ficar de fora da Copa.

Nos outros jogos, a Argentina saiu atrás do Equador com um gol a menos de um minuto. MAs Messi msotrou porque é de outro planeta, fez três e colocou seu país na Copa. No Uruguai, a Celeste também começou perdendo mas, sem muita dificuldade, fez 4×2 na Bolívia. No jogo mais tenso da rodada, Peru e Colômbia ficaram no 1×1. Os colombianos se classificaram e os peruanos jogarão a repescagem contra a Nova Zelândia.