Esportes

Apagão sofrido pelo Palmeiras em 2009 assombra Corinthians

O Brasileiro de 2009 teve o Palmeiras na liderança por 17 rodadas e muitas vezes com boa diferença sobre seus rivais. Chegou a abrir 12 pontos de vantagem sobre o Flamengo (47 a 39) na 25ª rodada. Não era difícil prever naquela oportunidade como deveria ser a sequência da competição. Mas errou quem fez isso com a convicção de que o título não escaparia do time que reunia os pentacampeões mundiais Marcos e Edmílson. A equipe perdeu fôlego notadamente no returno e começou a perder, empatar, tropeçar. Qualquer semelhança com o Corinthians de 2017 seria mera coincidência?Ainda é cedo para responder. Em 2009, o Flamengo foi o campeão e agora quem faz sombra para o líder Corinthians é o próprio Palmeiras, que pode ser o vilão da história (para os torcedores rivais, claro).

O acúmulo de resultados ruins do Corinthians no returno do atual Brasileiro abriu brecha para o que antes era considerado por muitos como impossível – o campeonato terminar com outro vencedor. Essa ameaça para a equipe de Fábio Carille pode ficar mais séria ainda se o Palmeiras superar o Cruzeiro, na noite desta segunda (30), no Allianz Parque. Não custa lembrar que no domingo há o tradicional clássico entre os dois gigantes paulistas, em Itaquera.

No returno de 2009, o Palmeiras sofreu oito derrotas em 19 partidas. Muito para quem queria ganhar o título. Já o Corinthians está próximo de copiar esses números. Perdeu seis vezes em 12 jogos no returno até agora, com três empates e apenas três vitórias.

Há alguns cenários possíveis até o final do Brasileiro. Um deles é o da recuperação do Corinthians, firmando-se novamente na ponta. Outro diz respeito ao que o Palmeiras vai (ou não) aprontar nas próximas rodadas. Como o futebol reserva surpresas a todo instante, seria conveniente não rir escancaradamente de quem apostar numa arrancada surpreendente de Santos (3º) ou Grêmio (4º) em busca do título.

 

Veja também