Saúde

7 pontos mais importantes para a saúde de crianças e adolescentes

A ODONTOLÓGICA é a principal Clínica da Chapada Diamantina. Atende as regiões de Itaberaba, Iaçu, Boa Vista do Tupim, Ruy Barbosa, Itaetê, Marcionílio Souza, Wagner, Utinga, Lençóis, Andaraí, Nova Redenção, Lajedinho, Ibiquera. Realiza atendimentos com especialistas em odontologia nas áreas de ortodontia, implantes, cirurgia, endodontia (tratamento de canal), odontopediatria, restaurações, periodontia, laserterapia, estética. Procedimentos Realizados: Restaurações, Estética, Periodontia, Tratamento de canal, Ortodontia, Aparelho ortodôntico, Extrações, Profilaxia, Remoção de tártaro, Implante, Enxerto ósseo, Levantamento de seio maxilar, Implantes Carga Imediata. Dr. Gardel Costa é Doutorando, Mestre e Especialista em Implantes, Especialista em Ortodontia, pós-graduado pela New York University.

Crise econômica. Poucas vezes se falou tanto sobre esse assunto quanto agora. E é com base nesses debates acalorados que a Sociedade Brasileira de Pediatria acaba de divulgar tópicos que seus membros consideram fundamentais para o desenvolvimento de crianças e adolescentes.

O posicionamento alerta para o impacto do cenário atual no bem-estar dos brasileirinhos, além de sugerir melhorias em campos como direitos humanos, segurança pública e relações familiares. Abaixo, listamos as que estão diretamente ligadas à saúde. Confira: Educação Infantil: Veja com o Sistema Positivo de Ensino como escolher a melhor escola para seu filho Patrocinado 

1. Na rede pública, a quantidade de leitos de internação deve ser suficiente para atender à demanda de crianças e adolescentes.

2. Medicamentos e outros insumos essenciais para um bom atendimento em hospitais, postos de saúde e afins precisam estar à disposição.

3. Pais ou responsáveis têm de manter o calendário de vacinação dos filhos em dia.

4. Pediatras são os protagonistas da assistência a crianças e adolescentes.

5. Amamentação, alimentação saudável, atividade física e outros bons hábitos devem ser incentivados por meio de campanhas de conscientização, criação de espaços e suporte profissional.

6. Questões de segurança infantojuvenil precisam estar entre as prioridades para evitar mortes, acidentes, traumas e exploração.

7. Ao ver televisão ou navegar na internet, crianças e adolescentes devem ser protegidos de conteúdos sexuais, violentos ou impróprios.